24.5.07


Nuovo Cinema Paradiso - Giuseppe Tornatore

O filme é todo ele um poema.

A última cena é uma das minhas preferidas. A oferta póstuma de Alfredo a Salvatore é liberdade, visão e carinho.

2 comentários:

Luis disse...

Agora deixaste-me de rastos! Esta cena é absolutamente arrebatadora e fez-me recordar todo o filme, que é um dos meus preferidos de sempre.
Fiquei com vontade de revê-lo.
Obrigado :)

SkinStorm disse...

De nada! :)